15 tipos de calçados femininos e 10 ocasiões para usa-los

A mulher sempre gostou de se vestir bem e estar bonita e os sapatos fazem parte disso. Com a inserção delas no mercado de trabalho e sem a necessidade do marido para adquirir os produtos, a venda de sapatos, roupas e maquiagens aumentaram de forma significativa.

Com o tempo, os sapatos deixaram de ser simples acessórios, para enlouquecer a cabeça da maioria das mulheres. Com o passar dos anos o mercado investiu e ainda investe bastante nesse produto, por isso, há sempre o lançamento de novas marcas, modelos e estilos diferentes.

Para ajudar a entender melhor essa variedade de escolhas, listamos alguns dos modelos mais conhecidos de sapatos e as características de cada um deles:

Modelos:

  • Alpargata:

A alpargata é um calçado parecido com uma sapatilha, muitas vezes feito de brim ou lona com solado de corda ou borracha. Teve origem na França e na Espanha, e eram usadas por trabalhadores das docas. As alpargatas são muito utilizadas na região Sul do Brasil, tanto por mulheres como por homens.

Alpargata

  • Ankle Boot – Tradução: Ankle: tornozelo / Boot: bota

São botas sem cano ou com cano baixo até no máximo no tornozelo. Moderna e versátil podem ter bicos finos ou arredondados, ter ou não saltos.  A ankle boot é muito usada para compor um look moderninho junto com calças leggin, skinny ou meias-calças grossas. Entretanto, o modelo é indicado para quem tem tornozelos finos e pernas longas, pois achata a silhueta.

Ankle Boot

  • Bota:

A bota tradicional  possui o cano mais alto que a ankle boot. É o calçado oficial do outono e principalmente do inverno. Possui vários modelos, tamanhos, alturas e pode ser feito de vários materiais, principalmente o couro. Os modelos de cano alto e salto fino são mais indicados para pessoas magras e altas,  já as baixinhas devem optar pelas botas com canos médios que podem ser facilmente combinados com calças mais retas.

Bota

  • Chanel:

Primo do scarpin, o chanel diferencia-se por ser aberto atrás e possuir uma tira que passa sobre o calcanhar e abaixo do tornozelo. Seu bico pode ser fino, quadrado ou arredondado. Criado na década de 60 pela famosa estilista francesa Coco Chanel, suas primeiras versões possuíam o bico em cor mais escura, formando um visual bicolor. É um modelo clássico ficando ótimo quando usado com saias e vestidos longos.

Chanel

  • Chinelo:

Fabricado principalmente de borracha, o chinelo é um tipo de calçado que possui o formato aproximado do contorno dos pés. Suas principais características são os dedos de fora e não possuem salto.

Alguns modelos apresentam uma tira bifurcada com origem entre o dedão e o indicador do pé e que se estendem até as laterais do pé. Outros são formados apenas por uma tira que passa sobre o peito do pé. São calçados de uso doméstico, mais utilizados em dias quentes, especialmente no verão. Também são usados na ida à praia ou na beira da piscina.

Chinelo

  • Mary Jane:

Conhecido como “sapato de boneca, possui o bico arredondado, saltos medianos ou altos e uma tira que atravessa o peito do pé presa na maioria das vezes por velcro ou uma fivela. Perfeito para adolescentes e jovens, o sapato combina e muito com saias e vestidos curtos.

Mary Jane

  • Mocassim:

O Mocassim é um calçado criado pelos índios norte americanos, feitos de couro, eram usados para proteger seus pés do frio.

Atualmente existe uma grande variedade de modelos tanto masculinos como femininos com vários materiais e acabamentos, como verniz, camurça e couro, mas sempre com a costura alinhavada para fora, igual como os índios usavam. Nos modelos femininos foram adotados formatos mais modernos e até incluíram saltos com várias alturas e formatos diferentes.

O modelo pode ser usado com um look que vai do casual ao mais sofisticado. Nas produções esportivas, por exemplo, combinam com calças de sarja, bermudas e macaquinhos.

Mocassim

  • Mule:

O mule é um calçado que se assemelha a um tamanco, fechado na frente e aberto atrás, deixando o calcanhar exposto, possui salto e normalmente é feito em couro. Original do Marrocos foi muito usado pelos hippies nos anos de 1970.

Seu bico é geralmente fino, entretanto, existem modelos quadrados. Possui saltos medianos em tono de 5 cm. É ideal para visuais mais despojados e podem ser usado com calças capri, vestidos e saias. Se a ocasião for mais formal, os mules devem ser evitados.

Mule

  • Rasteirinhas;

Mais sofisticadas do que os chinelos, as rasteirinhas são a melhor escolha para as mulheres no verão. Além de deixar os pés arejados, as rasteirinhas dão a sensação de liberdade, mesmo não possuindo saltos elas dão um ar de feminilidade podendo ser usadas a qualquer hora do dia. A rasteira é a peça-chave de qualquer look casual.

O modelo mais tradicional de rasteirinhas com uma tira entre os dedos e preso ao calcanhar, era muito utilizado por povos da antiguidade, como os mesopotâmicos e os gregos. O mais parecido, em materiais, com o que as mulheres usam hoje em dia foi criado pelos judeus em 72 D.C..

Rasteirinhas

  • Sandália:

As sandálias tem como característica principal deixar a maior parte do pé exposta. Por essa razão, é um calçado usado especialmente no verão ou em regiões de clima quente. Os materiais usados na sua confecção podem variar bastante, indo do couro ao plástico.

As sandálias femininas precisam ter salto, não necessariamente alto, pode ser baixo também. É o mais prático e democrático dos calçados, combina com todos os estilos de roupa, materiais, alturas e cores. As mais baixas ajudam a compor uma produção mais despojada enquanto as de salto alto proporcionam um visual mais sexy e sofisticado, muito utilizados em festas de gala e casamentos. Uma de suas versões mais em alta são as tipo gladiador, sem salto e com tiras presas ao tornozelo, que vai bem com shorts, saias curtas e vestidinhos.

Sandália

  • Sapatilha:

As sapatilhas surgiram provavelmente na França e foram mostradas ao mundo, quando a atriz Brigitte Bardot, pediu a uma amiga e designer de acessórios para ballet, que criasse para ela nos moldes da sapatilha de ballet, um sapato confortável, mas que tivesse resistência para o dia a dia. As sapatilhas então começaram a ser utilizadas por ela, inclusive em filmes.

Por serem bonitas e confortáveis, as sapatilhas nunca mais saíram de moda. Hoje podem ser encontradas modelos de bico fino, redondo, sapatilhas abertas, de modelos infantis,  etc. A sapatilha ganhou roupagens mais moderninhas, sendo confeccionadas em diferentes materiais, cores e estilos.

Elas combinam com diferentes tipos de roupas como jeans skinny e capri, shorts, minissaias, meia-calça e vestidinhos. Além disso, qualquer mulher pode usá-las.

Sapatilhas

  • Scarpin:

O scarpin é o sapato clássico dos clássicos. Pode ter bico fino, arredondado ou quadrado, deve ter salto de no mínimo 4 cme no máximo 10, se o salto for maior do que 10 cm, o scarpin passa a ser chamado de stiletto. Ele é fechado na frente, dos lados e atrás, deixando apenas o peito do pé exposto. São ótimos para alongar a silhueta e podem ser combinados com quase todos os tipos de roupa. Se quiser um tom mais moderninho, aposte nos modelos coloridos.

Scarpin

  • Tamanco:

O tamanco é um tipo de calçado com salto plataforma muitas vezes de madeira e que pode ter alturas variadas. Pode tanto ser fechado como um sapato, ou aberto, como uma sandália. Mesmo sendo de salto, fica melhor quando usado com looks mais casuais, por exemplo, com saias e calça jeans.

Tamanco

  • Tênis:

Tênis foi inventado com o propósito inicial de ser utilizado como acessório na prática de esportes. É um calçado bastante unissex, entretanto, há modelos que são exclusivamente femininos.

São flexíveis e confortáveis, normalmente confeccionados em conjugações de couro e borracha. Com o passar dos anos estes calçados foram se modificando e modelos mais modernos e ecléticos começaram a ser comercializados. O que antes era utilizado apenas na prática de exercícios físicos,  começou a ser parte do dia a dia. Ficam ótimos com looks mais informais como shorts, saias e vestidos mais curtinhos.

Tênis

  • Peep Toe – Tradução: Peep: começar a aparecer / Toe: dedo do pé

Peep Toe possui uma frente mais arredondada, deixando à mostra pelo menos um dos dedo do pé, ou a pontinha dos dedos. O modelo, um dos preferidos nos anos 40, hoje é utilizado para dar um toque mais retrô ou romântico às produções. Aposte no peep toe com calças jeans, saias e vestidos curtos.

Peep Toe

Qual sapato usar nas seguintes ocasiões:

Entrevista de emprego: Chanel, scarpin, mocassim e sandália ambos com salto.

No ambiente de trabalho: Bota, sapatilha, mocassim, scarpin.

Balada: Ankle boot, mary jane, sandália, peep toe.

Praia: Chinelo e rasteirinha.

Parque: Alpargata, mocassim, rasteirinha, sapatilha.

Shopping: Alpargata, bota, mocassim, mule, rasteirinha, sandália, sapatilha, tamanco.

Reunião em família: Alpargata, mocassim, rasteirinha, sandália, sapatilha.

Churrasco com os amigos: Alpargata, mocassim, rasteirinha, sapatilha, tamanco.

Eventos sociais (casamento, 15 anos, formatura): Mary Jane, sandália, scarpin, peep toe.

Fazer exercícios: Tênis

Redação MacOfertas. Com informações de Capricho e AmoSapatos.

Veja artigos relacionados

Comentários (1)

geovanna castro de souza 19 de setembro de 2016 às 22:41 Responder

sapatos na moda e show de estrelas sensacionais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!MARAVILHOSO.

Deixe o seu comentário!