Guia Prático: Como escolher e comprar seu pneu

.
.

Guia para escolha do pneus

Item de extrema importância, os pneus interferem diretamente na estabilidade dos automóveis e na segurança dos passageiros. Sendo necessária a escolha correta e a calibração adequada, já que pneus em péssimo estado podem atrapalhar o bom funcionamento de outras peças do carro. Portanto, a atenção é fundamental na troca do equipamento.

Cada veículo requer características específicas de pneus. Então, como saber qual o melhor para cada carro? Iniciaremos com algumas informações sobre os tipos e diferenças entre as características e ao final, você mesmo saberá escolher o pneu que mais se adéqua ao seu objetivo.

Conhecendo os principais modelos de pneus:

Modelos: Passeio, Adventure e Alta PerformancePasseio: Os pneus de passeio são os indicados para quem dirige nas cidades e que de vez em quando pegam a estrada, já que possuem maior conforto, durabilidade e baixo nível de ruído.

Adventure: Os do tipo adventure são fabricados principalmente para andar em solos instáveis, por isso, possui grande capacidade de tração. Seu design foi criado para pessoas que gostam de aventura.

Alta performance: Esses são elaborados com maior capacidade de aderência à pista. Os veículos que o utilizam possuem menos riscos de derrapar, assim, são recomendados para rodar tanto em pistas secas, quanto molhadas.

Tipos de pneus: Radial x Diagonal

Tipos: Diagonal e RadialDiagonais: Também conhecido como convencionais, em sua maioria, são fabricados com câmara de ar. Devido a sua forma e pouca flexibilidade, o pneu diagonal em uma curva, perde parcialmente o contato com o solo.

Radiais: Mais flexíveis, fazem com que em uma curva o pneu não perca o contato com o solo, garantindo uma boa estabilidade. Estes tipos de pneus não precisam de câmara de ar. Além disso, possuem maior durabilidade. São os mais usados.

O que significam as letras e números nos pneus:

Chegou a hora de comprar um pneu novo para seu carro e você se perguntou o que aqueles números e letras marcados na lateral do pneu significam? Se você ainda não sabe, comece a observar bem, pois ali estão todas as características e dados que indicam se ele serve ou não para seu veículo.

Explicação dos códigos do Pneu

* 175 – indica em milímetros, a largura da banda de rodagem, ou seja, à parte do pneu que toca o chão.
* 70 – Chamado de perfil, o número é a relação percentual entre a altura e a largura da secção do pneu.
* R – Indica o tipo de construção do pneu. Neste caso, como a letra R está escrita, o pneu é de construção radial, caso não apareça, o pneu é diagonal;
* 13 – Indica o aro do pneu, em polegadas;
* 82 – Índice de carga: Cada número é representado por uma quantidade de peso suportada. Mais abaixo, veremos a tabela completa;
* T – Símbolo de velocidade: indica o nível máximo a que o pneu pode ser submetido. Cada letra representa uma velocidade.

Itens essenciais para sua escolha

Itens essenciais para sua escolhaExistem alguns fatores que auxiliam na hora da escolha do pneu ideal para cada tipo de carro, são eles:

Aro: O primeiro passo é saber qual o aro será usado. Os de 12 a 16 polegadas são conhecidos como convencionais, pois são os encontrados em carros de passeio. Os aros de 17 a 20 polegadas são mais largos, por isso, oferecem mais aderência e estabilidade ao veículo. Os de 20 a 22 polegadas são os aros ideais para carros grandes, como picapes ou veículos de aventura, já que são ótimos para qualquer tipo de estrada.

Largura: Será definido conforme o tamanho do aro. Indica em milímetros, a largura da banda de rodagem, ou seja, à parte do pneu que toca o chão. Quanto maior a largura do pneu, mais estabilidade o carro terá e, consequentemente, passará mais conforto para os passageiros do veículo durante sua locomoção. Mesmo assim, existem larguras máximas de acordo com o modelo do veículo, conforme veremos os exemplos ao longo do texto.

Perfil: Pneus com o perfil mais alto são mais confortáveis, pois eles absorvem mais o impacto da pista, mas perdem rendimento nas curvas, quando se dobram mais e acabam se deformando com o tempo, tendo uma vida útil menor. Em contrapartida, os pneus com o perfil mais baixo, tem mais chances de furar, são mais desconfortáveis, tiram o rendimento do carro e geram mais ruídos que os de perfil mais alto. Porém, são ótimos nas curvas e ficam bem  com rodas acima do aro 15’’.

Indicador: Indica a carga máxima e a velocidade máxima que o pneu pode suportar/atingir. A carga é representada por números que correspondem ao peso máximo suportado. A velocidade é simbolizada por letras. Na tabela abaixo é possível observar todos os códigos e seus significados.

Tabela com os indicadores (carga e velocidade)

Confira algumas características de pneus aplicadas em veículos

Cada carro possui modelos de pneus sugeridos pela própria fábrica que estão disponíveis no manual do automóvel ou, em parte deles, na porta do veículo. Por isso, antes da troca é de grande importância à consulta ao manual, ao fabricante ou um profissional, quanto ao tamanho adequado, pois, principalmente, rodas e larguras que não andem em sintonia podem causar problemas ao desempenho e às outras peças do veículo.

Geralmente, o aconselhável é que as mudanças não sejam drásticas. Sempre partindo do aro, que pode ser um tamanho acima ou abaixo do modelo original e aí sim, é possível realizar alterações dentro de um limite considerado normal, sem que possa intervir em outra peça do veículo, como suspensão, por exemplo.

Usando as variações na prática

Exemplo de 6 carros popularesEm carros populares, como o Palio e o Celta, o pneu que vem de fábrica é com características: 165/70 R13 79T. Agora que você já sabe identificar o aro, que no modelo citado é 13, é possível variar a largura do pneu, passando para 175 (mais estabilidade e conforto), 155 (mais barato) ou manter o original 165. Caso o aro seja trocado para 14, a largura e perfil passam a usar como base 175/70 ou 175/65. Nesse caso, também pode ser usada a largura 185 ou 165. Mas, os casos de diminuição das larguras originais é mais difícil de ocorrer, visto que o carro estaria perdendo estabilidade e conforto, atrativos que nenhum motorista deseja.

Exemplo de 6 modelos SUVNo modelo SUV Captiva, o pneu que vem de fábrica é o 235/60 R17 100H. No aro 17, o raciocínio de variação adequada é o mesmo usado em todos os veículos, passando a largura para um tamanho a mais (245) ou a menos (225), que o original. O aro também pode variar para um a mais ou a menos. Mudando para18, a largura e o perfil padrão passam para 245/60 ou 245/55, podendo variar entre largura 255 e 235. Mas, segue o mesmo exemplo usado nos carros populares. Diminuir o aro e a largura do pneu não é vantajoso (a não ser pelo preço dos itens, mas de qualquer forma é uma diferença muito baixa).

Exemplo de 6 Modelos SedanEm carros sedan, como o Cobalt, o modelo usado é o 195/65 R15 91H. O método de variação o é mesmo usado nos exemplos anteriores. Com o aro padrão, 15, o proprietário pode optar por aumentar (205) a largura, diminuir (185) ou manter a mesma (195). Um aro maior, o 16, o padrão passa para 205 e as variações são a mesmas: um tamanho para mais (215) ou um para menos (195). Com um aro menor, como o 14, o padrão passa para 185 milímetros.

Mudanças maiores que estas, podem gerar a perda da garantia do veículo e dependendo dos casos até multa ao proprietário.

Onde comprar

O aconselhável é que a compra seja, preferencialmente, efetuada em lojas especializadas de pneus, pois o usuário terá um atendimento de quem entende do assunto. Mas, existem várias lojas online que comercializam o item. Entre as vantagens da compra em e-commerce estão a maior variedade de marcas e modelos e o próprio valor, já que os preços na internet, na maioria das vezes, são bem mais atrativos. Você pode ver aqui os melhores preços de pneus.

Redação MacOfertas.

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!