Impressora 3D: veja os principais modelos disponíveis no Brasil e conheça os cuidados

A impressão 3D é uma tendência mundial e os brasileiros estão cada vez mais interessados em usar a tecnologia. Prometendo uma revolução na fabricação de produtos caseiros e moldes para projetos, os dispositivos se destacam por suas configurações, variando nos formatos, desempenho e podendo imprimir em diferentes materiais.

No entanto, comprar uma impressora 3D demanda um investimento considerável dos interessados. Sendo assim, é importante saber qual tipo de impressora atenderá as suas necessidades. É por esse motivo que as impressoras 3D ainda não se tornaram um item presente em todos os escritórios do país, considerando que podem variar entre R$ 5 mil, para modelos compactos, a mais de R$ 45 mil, em impressoras profissionais e de alto detalhamento. Confira a lista abaixo e veja o que cada equipamento tem a oferecer, lembrando que as impressoras 3D são recomendadas para crianças a partir de 8 anos:

Impressora Davinci 1.0 3 Dcriar 
Com área de impressão de 20 x 20 x 20 cm, a impressora é compatível com Windows 7 ou superior e Mac OS X 10.8 ou superior. Usa fabricação por filamento fundido e pode produzir com a qualidade de resoluções de até 100, 200, 300 e 400 microns. Mede 56 x 59 x 70 cm, pesa 26 kg e está disponível nas principais lojas por R$ 4.900. O modelo é simples, mas pode dar conta de projetos pequenos e mais delicados.

Impressora 3D Standard CNC Brasil
Também é um dos modelos mais básicos, com impressões em preto, volume de impressão de 7400 cm² e área de 200 x 185 x 200 mm. O aparelho tem mesa de impressão em alumínio, fabricação em aço carbono galvanizado e conectividade via USB a dispositivos com Windows, Linux e Mac OS. Mede 45 x 55 x 45 cm e pesa 20 kg. O preço médio nas principais lojas é de R$ 5.750,00.

Impressora Cube Gen3  
É uma das mais famosas impressoras 3D de fácil acesso, trazendo um visual arrojado e funcionamento simples, com direito à integração a um aplicativo para o smartphone. O aparelho imprime com jatos duplos, projetos de até 15,25 x 15,25 x 15,25 cm, com cada cartucho fazendo de 13 a 14 criações. O funcionamento pode ser sem fio ou com USB, é compatível com PCs e dispositivos móveis e tem um corpo portátil: 33 x 34 x 24 cm, com 7,7 kg. O preço médio é de R$ 7.000.

Impressora UP Plus 2  
Este modelo tem volume de impressão de 140 x 140 x 135 mm e altura das camadas de 0,15 mm até 0,4 mm. Compatível tanto com Windows como com Mac OS, imprime em Plástico ABS ou PLA 1,75 mm. Traz um visual mais robusto, sem ser muito bonita, porém é automatizada e ideal para fazer protótipos. O aparelho mede 24,5 x 35 x 26 cm, e é bem leve, com 5 kg. A UO Plus 2 pode ser encontrada no valor médio de R$ 7.900.

Impressora Office 400 CNC Brasil
Este é um modelo profissional, disponível no próprio site da CNC Brasil por aproximadamente R$ 33.000. Com 70 x 85 x 100 cm, a impressora pesa 85 kg e trabalha com a velocidade máxima de impressão de 150mm/s. O aparelho não precisa de produtos para fixação de peças na mesa, é auto calibrável e tem padrão semi-industrial com camada aquecida de até 100 graus, o que permite a impressão de peças em diferentes materiais.

Cuidados
Antes de comprar o equipamento é importante ficar atento se há suporte técnico da fabricante na sua cidade ou em locais próximos. Além disso, confira também a garantia e os termos oferecidos pela empresa para evitar qualquer problema.

Além dos problemas como o alto custo e dificuldades de importação, a falta de capacitação para operar o equipamento também pode ser outro obstáculo. A operação de uma impressão 3D não é muito difícil, mas exige alguns cuidados e conhecimentos do usuário. Em primeiro lugar, é preciso saber os dados técnicos do produto para a compra de filamentos compatíveis. Também é necessário estar atento para a segurança física do operador, já que o equipamento faz uso de calor para imprimir e alguns componentes podem provocar graves queimaduras.

Modelagem e suporte
A impressão 3D pode exigir ainda a compra de programas para a modelagem tridimensional. Felizmente, já é possível encontrar bibliotecas online que distribuem e vendem modelos prontos e até o Windows 10 já traz um aplicativo de modelagem e impressão embutido gratuitamente. Ainda assim, o usuário deverá ter noções sobre a resistência do material utilizado e a técnica mais adequada a cada objeto para evitar quebras e entortamentos, por exemplo.

Além do Windows, Mac e Linux já possuem suporte à impressão 3D nativamente. A Microsoft, inclusive, incluiu o suporte nativo desde a versão 8.1 do sistema, sendo as mais antigas suportadas de acordo com a fabricante da impressora. O mesmo ocorre com dispositivos móveis, que dependem do suporte específico da marca da impressora.

Redação do Portal MacOfertas. Com informações de TechTudo.

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!

Aguarde 5s Fechar Webprice